No US Open, Djokovic luta por honraria não conquistada por tenista algum desde 1988

By | Published | No Comments

Como esperado, Novak Djokovic venceu na estreia do US Open 2022. Nesta terça-feira (31), o atual número um do mundo passou sem grandes dificuldades por Holger Rune, dinamarquês que é o 145º colocado no ranking da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), organizadora do circuito mundial da modalidade. A partida foi apenas o primeiro passo para que o sérvio conquiste uma marca que não é atingida por tenista algum desde 1988 – e por homem nenhum desde 1969.

Caso Djokovic conquiste o título do US Open 2022, ele chegará ao Grand Slam. A nomenclatura, utilizada para se referir aos quatro grandes torneios anuais do tênis, também é conhecida por condecorar os tenistas que conquistam as quatro competições na mesma temporada.

As competições são, em ordem cronológica na temporada:


– Australian Open
– Roland Garros
– Wimbledon
– US Open

O sérvio já conquistou os três primeiros da temporada, e busca a marca histórica em solo norte-americano – a final da chave de simples masculina está programada para o dia 12 de setembro.

Apenas dois homens, em toda a história, alcançaram um Grand Slam. O norte-americano Don Budge, em 1938, foi o primeiro. Rod Laver, australiano, conseguiu a façanha duas vezes, em 1962 e em 1969. O oceânico também é o único tenista a conquistar os quatro principais torneios da temporada duas vezes, já que três mulheres conquistaram a honraria – mas “apenas” uma vez na carreira: a norte-americana Maureen Connolly, em 1953; a australiana Margaret Court, em 1970; e a alemã Steffi Graf, em 1988.

A temporada 2022 de Djokovic poderia ser ainda mais impressionante caso o sérvio conquistasse a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos – ele foi eliminado nas semifinais, pelo alemão (e medalhista de ouro) Alexander Zverev, perdendo o bronze para o espanhol Pablo Carreño Busta. Caso fosse o primeiro colocado em Tokyo 2020, o eslavo poderia conquistar um feito ainda mais especial: o Goldem Slam. Na mesma temporada, em toda a história do esporte, apenas Steffi Graf conquistou a honraria, em 1988 – naquele ano, os Jogos Olímpicos foram sediados em Seul. De maneira não-cronológica (ou seja, sem ser na mesma temporada), apenas dois homens conquistaram o feito: Andre Agassi e Rafael Nadal.

Em pouco menos de duas semanas, o mundo saberá se Novak Djokovic quebrará ainda mais barreiras. Já um dos melhores da história, o sérvio luta por um lugar ainda mais especial na eternidade da modalidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *